featured pic (6)

Soluções TIC made in Mozambique: Xigubo.co.mz

Estamos na quadra festiva, o Natal e Ano Novo já estão mesmo a porta. Dezembro é sempre o mesmo, os dias correm mais do que uma chita. Relaxa, chita. Nós ainda temos metas por cumprir.

Vender, vender, vender, a meta de qualquer empreendedora. A venda acontece na loja física, nas redes sociais e também na loja online. Pensando nisso, comecei a pesquisar soluções tecnológicas ideais para esta altura. Se você quer aumentar as suas vendas e ainda quer um tempo para se dedicar aos assuntos pessoais, pense em utilizar a plataforma Xigubo.co.mz .

No seu website oficial, eles se apresentam assim:

A Xigubo é a ponte de acesso que origina uma conexão de forma facil e ágil entre o vendedor e o comprador. Na medida que os vendedores conquistam novos clientes, os clientes descobrem as melhores ofertas e promoções em tempo real. A isso nós conceituamos Lei de Retorno.

Recentemente, tivemos a febre de promoções do Black Friday e ficou comprovado que os clientes têm preferência por preços baixos. Então, por que não tornar as promoções uma rotina?

Um espaço dedicado a promoções é importante para atrair novos clientes, tal como ficar atento ao desempenho da concorrência.

featured pic

Soluções tecnológicas Made in Mozambique #6: boacoisa.co.mz

O evento WED in Park organizado pela Idealab no último sábado teve boa música, sabores deliciosos e também uma novidade: Boa Coisa. Afinal o que é Boa Coisa?

Boa Coisa é um movimento social que inspira as boas acções. Começa agora em Moçambique e quer conquistar o mundo. E conta com o que de melhor existe em cada um de nós.

Fonte: Website Oficial http://www.boacoisa.co.mz

Esta é uma iniciativa da Base, uma associação moçambicana que se dedica a criação de plataforma de diálogo de sobre assuntos que atrasam o desenvolvimento do país.

O movimento incentiva acções positivas de forma recorrente. Durante 21 dias, os participantes recebem  mensagem com a tarefa do dia ou pode partilhar a sua boa acção. O registro é feito pelo número *262# ou no website http://www.boacoisa.co.mz/

Eu comecei o desafio hoje e estou entusiasmada por fazer parte do movimento. Vamos?

 

featured pic (7)

Soluções tecnológicas Made in Mozambique #5: Voluntariado.co.mz

Poucas semanas após o deslizamento dos resíduos sólidos da Lixeira de Hulene, acompanhei no Twitter o trabalho do grupo amigos do twitter para arrecadação e entrega de doações para os sobreviventes da tragédia. Actualmente as redes sociais são utilizadas como canais de divulgação de acções de solidariedade e as campanhas chegam ao alcance de milhões de pessoas interessadas em ajudar o próximo.

Desde Abril sou parceira da Codelaice no criação da plataforma Voluntariado.co.mz , uma iniciativa com objectivo de divulgar acções de voluntariado que ocorrem em Moçambique. Num único espaço estará disponível informação de projectos e eventos para voluntários, contribuindo para a promoção do voluntariado local.

A plataforma está na fase de testes e está no ar desde o início do mês. Estamos a receber feedback positivo de voluntários, que têm muito interesse em doar o seu tempo e conhecimento para causas sociais. O voluntariado é uma acção nobre e transforma mais a vida de quem ajuda do que dos beneficiários.

featured pic (2)

Soluções TIC Made in Mozambique #4: WenaData

O consumo de informação está cada vez mais acessível. A partir dos smartfones temos acesso à informação útil para negócios. Uma motivações de empreendedoras investirem tempo na leitura de plataformas digitais é a necessidade de ficar por dentro das mudanças do mercado e tendências dos consumidores.

Em Moçambique, as empreendedoras criam, produzem, distribuem produtos e serviços para clientes cada vez mais exigentes. Como obter mais informações sobre a opinião dos moçambicanos, que podem facilitar o processo de tomada de decisões no seu negócio? A minha pesquisa sobre o assunto levou-me a uma solução tecnológica 100% moçambicana, Wenadata.

No seu website oficial, a WenaData é apresentado como:

A WenaData é uma plataforma integrada de opinião, muito abrangente e inovadora, onde todos contribuem para um país mais informado, dinâmico, participado e solidário. É um projecto moçambicano, de cariz tecnológico que oferece soluções e serviços para os cidadãos e organizações.

Geralmente as pessoas querem ser ouvidas e fazem uso de diferentes canais para dar a sua voz.  É comum testemunharmos desabafos nas redes sociais ou nos locais públicos, mas como o registro dessa informação nesses meios é fraco ou inexistente, perde-se factos importantes que poderiam contribuir para o desenvolvimento do país. No WenaData, os utilizadores podem criar sondagens, participar de sondagens e inquéritos de forma gratuita. O acesso pode ser via website ou baixando o aplicativo na play store e app store.

Já dizia um dos oradores do Congresso Global de Empreendedorismo na África do Sul que a informação é o novo ouro. É importante que essa informação seja adquirida por meios de confiança, a política de registro de membros através da confirmação do número de telemóvel, dá-nos certa segurança na utilização da plataforma.

Navegar pela plataforma, foi um momento nostálgico para mim, veio a memória alguns trabalhos de pesquisa que eu havia participado como inquiridora/entrevistadora. Por isso que dedicar algum tempo do outro lado da moeda, respondendo aos inquéritos e sondagens. Dar uma opinião dá-nos uma pequena sensação de poder. É a nossa voz, que pode ser motivo de grandes transformações para o país.

Por outro lado, como empreendedora, vejo na WenaData uma óptima oportunidade para testar as ideias, produtos e serviços, até fazer a análise da concorrência.

Conhece outras plataformas moçambicanas de inquérito? Partilhe nos comentários.

featured pic (1)

Soluções TIC Made in Mozambique #3: Biscate.co.mz

Milhares de aplicativos são instalados diariamente e como empreendedoras, precisamos estar actualizadas das ferramentas disponíveis para melhorar o desempenho dos nossos negócios. Por isso procuro trazer soluções tecnológicas moçambicanas úteis para o dia a dia, como é o caso do Biscate, um serviço da UX.

No seu website oficial www.biscate.co.mz apresenta-se como:

O biscate é um serviço rápido e conveniente que liga biscateiros ou trabalhadores informais a clientes, através de uma plataforma online.

O serviço Biscate pode ser utilizado através do website, assim como fazer downoad do aplicativo no Play Store. Para clientes da Vodacom, também é possível aceder aos serviços através da linha *777#. Tive a minha primeira experiência de utilização em 2016 para procurar técnicos de instalação de TV, mas recentemente fiz o cadastro para promover um serviço.

Enquanto pesquisa sobre o aplicativo com algumas leitoras, a primeira reação que tive quando perguntei se conhecia o Biscate foi “Biscate, aquela mulher que…”. Eu logo disse:

Não, não, Biscate é um aplicativo, disca o *777#.

O aplicativo ainda não é muito conhecido entre as mulheres do Maxaquene C. Mas como o processo de cadastro é rápido, aproveitamos o tempo juntas para adicionar novas empreendedoras na plataforma.

Numa recente conversa com uma empreendedora da área de educação, tive uma visão mais clara de como mulheres estão empreendendo por paixão, dedicam mais tempo execução do serviço e uma boa parte tem pouco contacto com a tecnologia.

Seja por falta de tempo ou conhecimento, ainda temos muito trabalho pela frente para tornar a tecnologia como uma aliada para a criação ou crescimento dos nossos negócios. O Biscate como serviço para trabalhos pontuais permite o registro do perfil do nosso trabalho, a avaliação dos clientes e também a visualização dos nossos concorrentes.

Como profissional da industria criativa, senti falta de profissões como: designers, desenvolvedores, redactores, assistentes virtuais, entre outros.

Eu admiro muitas soluções tecnológicas Made in Mozambique, o Biscate ganhou a minha admiração porque é uma excelente ferramenta para mulheres que trabalham sozinhas.

Conhece outras plataformas moçambicanas para empreendedoras? Partilhe nos comentários.