14 5

Como começar um negócio de catering para empresas

O distanciamento social alterou a rotina das famílias moçambicanas, bem como a nossa relação com as tecnologias. Já parou para pensar quanto tempo está online? O status de whatsapp, stories do Facebook e instagram estão inundados de conteúdos para salvar a humanidade do tédio (ou será benção) de ficar em casa.

Um dos tópicos populares nas redes sociais é a (re) descoberta do talento culinário. Há inuméras fotos de pão quentinho a sair do forno, bolos, pizzas, caldeiradas, enfim, estamos a testemunhar o nascimento do novo Gordon Ramsey. Após o covid-19, pode ser que não abra uma padaria por quarteirão, mas veremos muitas mulheres questionando se não devem começar um negócio de catering, pois os seus pratos foram aprovados pela família e seguidores das redes sociais.

Como uma adapta de boa comida, resolvi trazer hoje um artigo sobre o negócio de catering. O objectivo do texto é trazer as empreendedoras à realidade sobre o tema. A maioria das mulheres  acredita que o talento na cozinha é o factor principal do negócio, mas ao longo do texto vemos que catering é muito mais do que isso.

O foco do artigo é catering para empresas, porque é nincho  mais lucrativo a médio e longo prazo, pois as empresas tem mais possibilidades de repetir eventos como: formações, recepção de delegações de outras cidades, reuniões, conferências, etc. Mesmo se você decidir começar o negócio nos próximos três meses, se conseguir o primeiro cliente e entregar um serviço de excelência, atrai novos clientes com maior rapidez do que se servir numa festa familiar.

5 dicas para começar o negócio de catering para empresas

  1. Conheça como funciona  a actividade

O catering não é um serviço novo em Moçambique, o tamanho do mercado é grande, assim como a concorrência. Não adianta seguir uma tendência, sem conhecer as regras do jogo.  O conhecimento começa com questionamento. Faça algumas perguntas antes de iniciar o projecto:

  • O que é catering e como funciona o negócio em Moçambique?
  • O ponto de trabalho será em casa, num contentor móvel ou estabelecimento físico?
  • Quais são os equipamentos importantes para o negócio?
  • Será que tenho experiência, habilidades ou conhecimento suficiente sobre catering?

 

  1. Faça um plano de negócios

Uma das melhores estratégias de iniciar um negócio popular no mercado é escolher bem o nicho. Um nicho de mercado é um grupo de consumidores pouco atendido pelas empresas.

Assim, você encontra um grupo atento para conhecer os seus serviços.

Depois de escolher o seu nicho, avança para outras perguntas importantes para escrever um plano de negócios ou modelo de negócios.

  • Quanto preciso para iniciar o negócio: custo inicial e custo operacional?
  • Quem serão os meus fornecedores?
  • Como vou atrair e manter os clientes?
  • Como vou inovar no negócio?

 

  1. Tenha licenças em dia

A produção de refeições com produtos fora de prazo e em espaços sem higiene coloca a vida dos consumidores em risco. Se está a produzir comida para venda a empresas ou particulares, até mesmo para consumo próprio, sempre deve cumprir a regras de higiene e segurança.

Em geral, espera-se que um espaço de produção tenha segurança na infra-estrutura e higiene.

  • Assegure a qualidade dos ingridientes;
  • Indique o conteúdo dos produtos e origem da comida;
  • O espaço deve ter luz, água, ventilição e limpeza em ordem;
  • Limpeza no espaço de preparação da comida e conservação dos alimentos ;
  • Equipamentos limpos e com manutenção regular.

 

No entanto, para ser aprovado para fornecer serviço de catering para empresas, você vai precisar de ter as licenças de funcionamento em dia.

 

  1. Invista na promoção dos seus serviços

Quando se aposta num serviço concorrido, o investimento no marketing deve ser maior. O seu negócio precisa ser conhecido, conquistar a confiança dos clientes e se destacar no meio da concorrência. A apresentação do negócio é crucial para chamar atenção dos dirigentes das empresas.  Tenha sempre disponível:

– Carta de apresentação;

– Cartões de visita;

– Perfil nas redes sociais;

– Fotos dos eventos e depoimentos dos clientes.

 

  1. Prepare-se para imprevistos

No princípio do ano ninguém esperava que o covid-19 teria tanto impacto nos negócios da área de restauração. As medidas do estado de emergência afectaram muito as empresas de catering, sem eventos, sem oportunidade de fornecer comida.

Deste modo, os novos negócios do ramo alimentar precisam estar preparados para todo tipo de imprevistos. Desde cancelamentos em cima da hora por parte de clientes, fornecedores ou pessoal, até mesmo ameaças como: pandemias, guerras ou catástrofes naturais.

 

Se você já iniciou o negócio na área de catering e procura alternativas para reiventar o seu negócio durante o Covid-19, pode optar por algumas medidas:

  • Oferecer serviço de entrega de refeições ao domicílios para empresas que trabalham a partir de casa;
  • Fazer parceria com empresas de eventos;
  • Vender vouchers.

Para empreendedoras que procuram migrar para o mundo digital, aproveite a nossa promoção Quero ser digital e adquira um serviço completo de design e gestão de plataformas digitais. Vamos empreendeder?

Tags: No tags

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *