Como preencher o canvas parte VII: Actividades-Chave

Estamos na fase final da série de publicações sobre o modelo de negócios Canvas. Uma ferramenta prática que dá uma visão ampla do negócio. Pode ser aplicada tanto para quem está a começar um negócio, como para quem já tem um e pretende uma estrutura de negócios eficiente.

Os blocos do modelo canvas que  já abordamos aqui no blog são:

1.    Proposta de Valor

2.       Segmento de Clientes

3.       Canais

4.       Relações com Clientes

5.       Fontes de Receitas

6.       Recursos-chave

O sétimo bloco a ser preenchido é: Actividades-chave.

Todos temos uma rotina diária. Se for um dia útil da semana, o nosso cérebro já sabe que acções executar para sair de casa para o trabalho. Tomar banho, escovar os dentes, vestir, tomar o pequeno-almoço, rezar e já estamos prontos para sair de casa.

No negócio acontece o mesmo, existe um conjunto de actividades diárias que são realizadas para que o negócio funcione de forma plena e eficiente. No modelo canvas, essas actividades ou processos são denominados actividades-chave.

A descrição das actividades-chave varia de negócio para negócio, pois estas actividades estão relacionadas com os outros campos do negócio: proposta de valor, canais, relações com clientes e fontes de receitas. Por isso, antes de preencher o bloco de actividades-chave, é importante rever as respostas dos blocos anteriores no modelo canvas.

A qualidade das respostas depende da qualidade das perguntas. Assim, para preencher o bloco actividades-chave de forma correcta, levamos em consideração as seguintes perguntas:

1.       Que actividades devemos desenvolver para que a proposta de valor funcione correctamente?

2.       Que canais de distribuição devemos desenvolver?

3.       Que actividades devemos priorizar nas relações com os clientes?

4.       Que actividades devemos desenvolver para que as fontes de receitas funcionem correctamente?

Nessa fase, já estamos mais familiarizidas com o modelo canvas, que as respostas podem surgir rapidamente. Parece óbvio que se o  negócio é confecção de bolos, o estoque de ingridientes deve ser conferido constatentemente. Se tiver um serviço de entrega ao domicílio, os clientes devem ter essa informação e a viatura deve estar abastecida. Estes são alguns exemplos de actividades-chave para o negócio mais delicioso do mundo.

O modelo canvas é fléxivel, tanto as actividades-chave como os restantas blocos do quadro podem ser ajustados ao longo do tempo. O importante é utilizar a ferramenta com frequência , avaliar os resultados e reajustar as estratégias. Vamos empreender?

 

 

 

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *