Juntas.co.mz : uma tecnologia para o bem made in Mozambique

Na música Most people are good (A maioria das pessoas é boa) de Luke Bryan, sentimos como realmente o mundo é cercado de pessoas bondosas. Tal como o Luke, eu acredito que o mundo não é tão ruim quanto parece e que a maioria das pessoas é boa.

Eu testemunho a bondade humana diariamente, quando jovens dão lugares aos mais velhos ou grávidas no autocarro. Eu ouvi que um jovem perdeu o telemóvel e a pessoa que encontrou atendeu a chamada e entregou o telemóvel a que pertencia, sem pedir nada em troca. E é assim mesmo, a bondade está a nossa volta, com ou sem um rosto, cada um faz a sua boa acção.

Imagem: Divulgação Facebook Mães Amigas

No entanto, tem algumas pessoas que enfrentam violência baseada no género e que por diferentes motivos não conseguem pedir ou receber apoio. Quem é vítima de violência, seja ela física, psicológica, económica ou sexual, têm dificuldade de falar sobre o assunto com a família, os amigos e profissionais. A boa notícia para as vítimas e as pessoas que pretendem ajudar, é que foi lançada um aplicativo Web, juntas.co.mz , um espaço seguro para partilhar os problemas e receber ajuda. A plataforma está em teste desde 7 de Maio deste ano e foi lançado no grupo de Facebook Mães Amigas pela Alexandra Marques Abdula.

A tecnologia tem sido alvo de ataques nas relações humanos, muitos defendem que as pessoas se tornaram anti-sociais e menos humanas. E aqui vemos algo oposto, uma possibilidade de utilizarmos a tecnologia para o bem. Por isso, é um orgulho para nós mulheres moçambicanas, conhecer a iniciativa juntas.co.mz , criada por mulheres da nossa terra.

E qual é o nosso papel nessa história? Nós vamos partilhar o aplicativo juntas.co.mz , vamos testar, dar o nosso feedback e contribuir por um Moçambique com homens e mulheres que praticam a ajuda mútua.

Vamos empreender?

 

 

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *