Bem-vindo Outubro, 30 textos publicados (Alguém merece um cupcake)

Estamos na primeira semana de Outubro e celebramos a entrada do quarto mês do Blog Empreendedora Solo. Alguém merece um Cupcake.

 

Para alguns, apenas outro blog para mulheres. Para mim, é o Blog de Empreendedorismo feminino em Moçambique, que vai se transformar na plataforma de referência internacional para mulheres empreendedoras. Sim, este é apenas o começo.

Depois de comemorar este grande dia com um Cupcake, estava a pensar nos primeiros três meses do projecto. Uau, senti um enorme orgulho de mim mesma! Foram 30 textos escritos, participei em eventos e conheci novas empreendedoras que aumentaram minha confiança nesta jornada. Se você está no início, deve ter percebido com o empreendedorismo é solitário, você olha para o lado para desabafar e só encontra pessoas que dizem “Para de reclamar, arruma um emprego?”. Mas felizmente, conseguimos encontrar uma força maior que nos move para continuar a luta.

Então, que balanço você faz destes três meses? Vai continuar por aqui? Eu tentei passar para o lugar de leitura por alguns instantes e acho que vale a pena continuar a acompanhar o Blog. Mas uma mexida aqui, outra aí, não faz mal a ninguém. O objectivo é tornar o nosso espaço virtual mais inspirador e dinâmico.

Por isso para o mês de Outubro temos as seguintes novidades:

  1. Nós damos “Adeus” para a categoria review de eventos. Ao longo dos três meses tiramos lições importantes de diferentes eventos, que com certeza irão moldar as futuras empreendedoras. Não se preocupe que a fonte de inspiração não está esgotada, vem aí a categoria “Empreendedora Amiga” um conjunto de entrevistas com mulheres empreendedoras, num estilo bem ousado.
  2. Livros são importantes para o desenvolvimento pessoal e profissional. A maioria dos livros partilhados na Estante Virtual do Blog eram obras de auto ajuda, porque como digo sempre “o autoconhecimento é a chave para o sucesso”. Mas confesso, fiquei aborrecida e frustrada nesta tentativa de escolher bons livros para ler e partilhar. Então a alternativa que encontrei para trocar a Estante Virtual foi a nova categoria que estreia em Outubro onde vou partilhar os conteúdos que mais gostei na internet.

Eu estou feliz e grata por ter escrito trinta textos e principalmente por feedback que tenho recebido dos leitores. Vamos empreender?

featured pic (3)

Seja a fonte de inspiração para as mulheres

Já passam mais de um mês desde que participei no Pequeno-almoço de Mulheres Empreendedoras (Female Entrepreneurs Hustle in Mozambique Breakfast). Nós partilhamos contactos, escutamos duas histórias de mulheres de gerações diferentes e percebi que a fonte de inspiração para o negócio está mais perto do que imaginamos.

Quem são as primeiras mulheres que conhecemos na vida? Para a maioria a resposta seria Mão, mas também há aquelas que tem o primeiro contacto com a avó, a tia ou irmã. As mulheres que fazem parte de nossas vidas são forte influência de quem somos. Infelizmente, estamos recorrendo menos à elas quando precisamos de inspiração para iniciar um novo negócio.

É frequente encontrar histórias de mulheres que começaram negócios inspirados em mulheres de sua família. A Elizabete, fundadora da Dílicia Krioula brindou os moçambicanos com ricos doces e pratos da cultura São tomense com as receitas que aprendeu com a avô. A Ximeliana, proprietária da Mel Buquês é um outro exemplo do amor pelas flores transmitido de mãe para filhas, que hoje transporta a beleza da natureza para casas e eventos. A inspiração das mulheres não se limita apenas à escolha do tipo de negócio, podemos seguir a forma que as mulheres se relacionam na família, no trabalho, em público e principalmente como ultrapassam pequenos e grandes desafios.

Não é possível ter apenas uma fonte de inspiração na vida. Já diz o provérbio Africano:

É preciso uma aldeia inteira para educar uma criança.

Todas nós podemos ser fonte de inspiração uma das outras, cada uma a sua maneira. Por isso temos que falar e partilhar informações positivas sobre mulheres. As minhas dicas são:
– Elogie as mulheres da sua vida com frequência,
– Siga mulheres nas redes sociais
– Conheça novas mulheres
– Participe activamente nos grupos de mulheres
– Nunca partilhe mensagens ofensivas sobre mulheres

Poderia fazer uma lista interminável de como podemos fortalecer outras mulheres, mas o mais importante é sermos o motivo de inspiração para mulheres conquistarem um espaço digno na sociedade. Isso depende de nós e ninguém pode fazer melhor do que nós mesmas.
Partilhe o que tens feito para inspirar as mulheres.

6 maneiras de reciclar com a Daisy Social?

Recordo-me até hoje da voz serena da Cristina Rocha quando apresentava o projecto Daisy Social no Awit Mozambique 2017. Eu fico encantada com artigos feitos a mão e muito mais fascinada quando o processo de produção inclui materiais reciclado.

A Daisy Social apresenta-se como:

Um  negócio que visa emponderar as mulheres com habilidades para produzir sabonetes artesanais de baixo custo através da utilização de ingridientes e materiais recicados. Para alem de criar trabalho, ajudam no meio ambiente com a  reciclagem.

Tive oportunidade de conversar com a fundadora da Daisy Social em diferentes ocasiões, o ponto de encontro mais frequente era na Mozarte, onde foi possível presenciar as formações e sentir de perto o aroma dos sabonetes. A Cristina Rocha partihou  comigo que o óleo de cozinha era um dos ingridientes de fábrico dos sabonetes e logo encontrei uma forma de contribuir para a iniciativa. Desde então tenho aguardado com entusiasmo que o pote de óleo usado fique completo para entregar a Daisy Social.

Você já sabia que o sabonete era produzido com óleo? Se não, agora já sabe e se quer contribuir para o empoderamento das mulheres moçambicanas, faça doação de ingrientes e materiais para a Daisy Social.

Procurei mais informações de como reciclar com a Daisy Social e tenho uma listinha. Vamos anotar?

  1. Óleo de cozinha usado (excepto óleo usado para fritar peixe)
  2. Pó de café usado seco
  3. Pacotes de leite e de sumo
  4. Caixinhas de plásticos
  5. Rolos de cartão do papel higienico
  6. Caixas de cartao duro

Os artigos da lista são utilizados na produção inicial dos sabonetes, como também na produção de moldes. Se visitar o website e redes sociais da Daisy Social tem diferentes desenhos de sabonetes artesanais.

Para mais informações sobre a Daisy Social:

Web: https://daisyhandmadesoap.wordpress.com/

E-mail: daisyhandmadesoap@gmail.com

Facebook: https://www.facebook.com/DaisyHandmadeSoap/