post 19 imag

Rede de Apoio para Empreendedores em Moçambique

O empreendedorismo em Moçambique está em crescimento nos últimos anos. Há cada vez mais jovens que começam um negócio e estão dispostos a percorrer este caminho incerto. O crescimento e popularidade de empreendedores em Moçambique, têm forte influência no aumento do número de instituições pública e privadas, associações, movimentos, pessoais e profissionais que oferecem acções específicas de fortalecimento de empreendedores.

Actualmente, jovens e mulheres têm mais acesso à informações e recursos para começar e expandir o negócio. É caso para se dizer, só não realiza o seu sonho empreendedor, está com a lista de desculpas reduzida. Pois hoje trago uma lista de instituições, movimentos e programas de apoio ao empreendedorismo em Moçambique. Anote aí.

IPEME

O instituto de Promoção de Pequenas e Médias Empresas em Moçambique é uma das instituições públicas dedicadas ao fortalecimento do ambiente de negócios em Moçambique.

Tipos de Apoio: Capacitação, Consultoria, Informação e Networking.

UEM- Espaço de Inovação

A Universidade Eduardo Mondlane e a Icamp criaram o Espaço de Inovação, uma iniciativa que visa dinamizar a inovação e empreendorismo.

Tipos de Apoio: Acompanhamento de startups e Espaço para eventos.

ANJE

Associação Nacional de Jovens Empresários tem como missão promover o empresariado juvenil em Moçambique através da capacitação e advocacia por uma ambiente de negócio favorável para os jovens. A associação tem delegações nas províncias.

Tipos de Apoio: Capacitação, Informação, Eventos (Percursos que inspiram e Conferência Nacional de Empreendedorismo) e serviços para jovens empresários.

FEMME

Associação das Mulheres Empreendedoras e Empresárias de Moçambique tem como objectivo contribuir para a melhoria do ambiente de negócios no mercado moçambicano.

Tipos de apoio: Capacitação, Informação, Consultoria, Eventos de Networking.

ONE

Organização Nacional de Empreendedores dedica-se a promoção do empreendedorismo, através da criação e oferta de oportunidades.

Tipos de Apoio: Capacitação e Eventos.

Idealab

A idealab tem como  propósito de inspirar empreendedores, apoiar o desenvolvimento de startups, acelerar o crescimento de Micro, Pequenas e Médias empresas, e promover o empreendedorismo e a inovação.

Tipos de apoio: Formação, Consultoria e Programas de aceleração de Negócios.

Ideário

O Ideario tem como missão co-criar oportunidades de emprego para jovens, através de formações do talento ao negócio, outsourcing e investimentos.

Tipos de Apoio: Formação, Programas de aceleração de negócios, eventos e financiamento.

 

Orange Corners Maputo

O Projecto Orange Corners Maputo tem como objectivo fortalecimento  do ecossistema empreendedor Africano e consequentemente para o empoderamento económico de jovens.

Tipos de Apoio: Formação, Mentoria, Consultoria, Espaço de trabalho, Masterclass e palestras.

 

Incubadora do Standard Bank

A incubadora do Standard Bank é um espaço concebido para ajudar jovens empreendedores, startups e pequenas e médias empresas (PMEs) a estabelecerem-se e tornarem-se empresas de sucesso.

Tipos de Apoio: Consultoria, Espaço de Trabalho e Eventos.

Movimentos

Existem diversos movimentos de promoção do empreendedorismo em Moçambique, com objectivo de inspirar e informar os jovens. O destaque vai para os seguintes: Oficinas de Sucesso, que apoio com informação e capacitação e eventos para empreendedores ; Moz Empreendedor apresenta iniciativas como ABC do Empreendedorismo, #coisasqueaprendichallenge, citações de empreendedores moçambicanos nas redes sociais; o  Hub Link que disponibiliza a revista digital e imprensa Negócios do Chiveve e o Startup Grind Maputo que é um dos eventos mais inspiradores para empreendedores.

Competições   

As competições para empreendedores são uma oportunidade de angariar fundos para os negócios. Em Moçambique temos competições nacionais e internacionais. As competições anuais mais conhecidas são: Seedstar, Statupper total, Super Mentores Awards, Moz Tech, Future Agro Business Challenge e a recente Moz Grow.

Como vimos, a rede de apoio para empreendedores em Moçambique é vasta e positiva. O que muitos empreendedores reclamam é que a maioria das oportunidades está em Maputo. Isso é verdade, mas acredita que jovens de todo Moçambique tem chances de se beneficiar destas oportunidades.

Por isso, chega de desculpas e vamos aproveitar cada rede de apoio para empreendedores que temos em Moçambique. Partilhe nos comentários outras instituições e iniciativas de apoio ao empreendedorismo em Moçambique.

 

 

Evento: How to raise Money for your startup

Imagem: Divulgação

A falta de dinheiro é um dos principais motivos (desculpas) para adiarmos o nosso sonho de empreender. O capital é importante para a criação ou crescimento de negócios, sim, mas ainda temos dificuldade de avaliar quanto dinheiro precisamos, qual é a finalidade específica do montante, como vamos devolver, entre outras questões importantes. Por isso, a palestra How to raise Money for your startup (Como conseguir dinheiro para a sua startup – tradução livre) com Eric Osiakwan managing partner da Chanzo Capital, foi um evento concorrido para empreendedores. A apresentação era em inglês e teve lugar no Orange Corners, no dia 02 de Agosto de 2018, das 17h as 19h. O evento foi organizado pela Idealab, Chanzo Capital e Angels of Africa.

Algumas lições que tive na palestra “How to raise Money for your startup

  1. Conseguir dinheiro para o seu negócio é uma arte de construir laços e confiança. Conseguimos dinheiro de alguém que nos conhece e confia em nós.
  2. Construir laços leva tempo e requer investimentos.
  3. A melhor altura de procurar dinheiro é quando não precisa dele.
  4. Escolha o tipo de investidor que precisa para o seu negócio, senão pode receber dinheiro de uma empresa errada.
  5. Não leve dinheiro de alguém porque está a oferecer ajuda ou pode ter acesso facilmente. As vezes, muito dinheiro pode distrair o empreendedor e começar a efectuar despesas sem disciplina. Por isso não leve mais dinheiro para além do que precisa.
  6. Os investidores avaliam startups através dos seguintes critérios: Produto único, rentabilidade do mercado e qualidade de execução da equipa.
  7. Existem diferentes tipos de investidores: Investidores anjo, família amigos e parvos, capital de risco (venture capital), capital de crescimento (growth capitl), capital de investimento (private equity), mercados de capitais (capital markets). Analisar a fase do seu negócio que corresponde ao tipo de investidor, tendo em conta que cada tipo de investidor tem os seus próprios critérios de avaliação e exigências.
  8. O capital inicial do seu negócio é para produzir o produto ou serviço e normalmente não tem retorno. Por isso evite pedir dinheiro nessa fase, peça dinheiro para custos operacionais do negócio.
  9. Prepare o seu contacto com investidores com a história da sua motivação para começar o negócio, documentos sobre o negócio e pesquisa sobre o investidor. Se não tiver a cultura de documentar o seu próprio dinheiro, como vai documentar o dinheiro do investidor?
  10. Dê seguimento e esteja muito engajada com o processo de investimento, seja flexível e útil.

Particularmente, fiquei muito enriquecida com a palestra, pois existe uma lista enorme de de fontes de financiamento. Mais uma vez foi destacado a importância dos eventos de networking como oportunidade para iniciar ou fortalecer laços com poteciais investidores.

E para finalizar, partilho a minha frase favorita do evento:

Se pedires aconselhamento, recebes dinheiro. Se pedires dinheiro, recebes aconselhamento.